terça-feira, 1 de abril de 2008

Poema


Dúvida metódica

Apenas a dúvida me duplica
E os erros seguidos me dão coragem
Renego a certeza que interdita
O acesso sagrado à outra paisagem

2 comentários:

Léo e só disse...

Olá Josias.

Cheguei aqui graças ao Marconi Leal. Gosto Muito dos seus pequenos poemas e dos contos.
De um leitor diário e um comentarista bissexto.

abs

Ingresia disse...

Meu velho,
ao ler este teu poema, lembrei-me de outro tão belo quanto de Antônio Brasileiro, não aquele, mas, outro, baiano. Eis.
"A verdade é uma só. São muitas. E estamos todos certos. E sem rumo".
abraços.